Iraque/Terrorismo - 
Artigo publicado em 10 de Setembro de 2012 - Atualizado em 10 de Setembro de 2012

Al Qaeda reivindica atentados do fim de semana no Iraque

O consulado francês em Nassiriya, a 350 km de Bagdá, também foi alvo de um atentado neste domingo.
O consulado francês em Nassiriya, a 350 km de Bagdá, também foi alvo de um atentado neste domingo.
REUTERS/Stringer

RFI

O grupo "Estado Islâmico do Iraque" (ISI), ligado à rede terrorista Al Qaeda, reivindicou por meio de um comunicado divulgado hoje a série de atentados ocorridos no fim de semana no Iraque. Os ataques causaram a morte de mais de uma centena de pessoas e deixaram 400 feridos. A motivação dos atentados, segundo o grupo extremista islâmico, seria a forma como os prisioneiros sunitas são tratados nas prisões do governo xiita iraquiano.

O texto do comunicado do grupo extremista islâmico ISI afirma que os atentados são "uma resposta à campanha de liquidação e tortura de prisioneiros sunitas detidos nas prisões xiitas". O texto afirma ainda que os insurgentes conseguiram atingir o governo e as forças de segurança iraquianas, visados pelos ataques, apesar das medidas de segurança tomadas pelas autoridades xiitas. 

Em agosto, o Iraque executou 26 pessoas, a maioria ligadas à Al Qaeda, segundo a justiça iraquiana.

A rede terrorista previne que vai realizar novos atentados hoje e nas semanas a seguir.

tags: Al Qaeda - Atentado - Iraque
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close