Últimas notícias
Fome/ONU - 
Artigo publicado em 15 de Outubro de 2012 - Atualizado em 15 de Outubro de 2012

Preço dos cereais é tema de debate na Jornada Mundial da Alimentação

O continente africano continua sendo o que mais sofre com a falta de alimentos no mundo.
O continente africano continua sendo o que mais sofre com a falta de alimentos no mundo.
(cc)unocha

RFI

A comunidade internacional se reúne a partir dessa terça-feira em Roma para discutir a questão da fome no planeta. Os participantes do encontro aproveitam a Jornada Mundial da Alimentação para alertar sobre os riscos da alta de preços dos cereais para a segurança alimentar.

A partir dessa terça-feira e durante toda a semana a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) sedia em Roma a reunião do Comitê de Segurança Alimentar (CFS), grupo formado peritos, representantes da sociedade civil e outras agências da ONU que tratam a questão da fome no mundo. Segundo as últimas estatísticas da FAO, cerca de 870 milhões de seres humanos no planeta – uma em cada oito pessoas – não têm o que comer. Um número que recuou comparado à década passada, mas que continua sendo “muito elevado”, afirma o diretor-geral da organização, o brasileiro José Graziano da Silva.

Uma das questões abordadas durante a reunião em Roma é o risco da alta do custo dos cereais para a segurança alimentar. “Os preços são muito oscilantes e perigosamente elevados”, estima Olivier de Schutter, que trabalhou no relatório especial das Nações Unidas sobre o direito ao alimento. Segundo ele, é preciso “reagir imediatamente para estabilizar os preços”.

A criação de um “G20 Agrícola”, projeto de um grupo, idealizado pela França, reunindo as principais potências do mundo se setor, também será discutida. O volume dos estoques de cereais, principalmente após a seca que atingiu os Estados Unidos nos últimos meses e que castiga atualmente a Austrália, é outro tema em pauta.

Mais de 30 ministros da Agricultura, de países como Brasil, Alemanha, Itália, Rússia e Reino Unido confirmaram a participação no evento. Os Estados Unidos, atores de peso no debate, também enviarão um representante ao encontro. 
 

tags: Alimentação - FAO - Fome - José Graziano da Silva - Segurança alimentar
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close