Últimas notícias
Líbano/atentado - 
Artigo publicado em 20 de Outubro de 2012 - Atualizado em 20 de Outubro de 2012

Chefe de inteligência libanês assassinado em atentado será enterrado ao lado de Hariri

O general Wissam al-Hassan foi assassinado nesta sexta-feira, em Beirute.
O general Wissam al-Hassan foi assassinado nesta sexta-feira, em Beirute.
REUTERS/Mohamed Azakir

O corpo de Wissam al-Hassan, chefe do serviço de informações da polícia libanesa, vai ser enterrado no domingo, ao lado de seu mentor, o ex-primeiro-ministro Rafic Hariri. O general Hassan foi assassinado ontem em um atentado em pleno centro de Beirute. A informação foi divulgada por um alto responsável pelo setor de segurança.

Hassan foi vitima de uma explosão com um carro-bomba, que, segundo uma fonte do governo, matou outras sete pessoas e feriu 86. No entanto, a Cruz Vermelha anunciou hoje pela manhã que esses números podem ser menores.

O general de 47 anos teve papel de destaque nas investigações de vários atentados que abalaram o Líbano nos últimos anos, inclusive o de Rafic Hariri, em 2005. O regime sírio foi apontado como mandante de uma série de ataques e assassinatos entre 2005 e 2008 de personalidades políticas hostis à Damasco, como Hariri.

Algumas horas após o assassinato, a oposição pediu a demissão do governo, no qual o Hezbollah xiita, aliado de Bashar al-Assad, tem um papel predominante.

A imprensa libanesa deste sábado era unânime na opinião de que o país deverá esperar “o pior”, após o atentado de sexta.
 

tags: Atentado - Bashar al-Assad - Hezbollah - Líbano - Síria
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close