Conteúdo sindicado
Crise financeira
Papa Francisco ataca os excessos da sociedade de consumo
17/05/2013 - Linha Direta

Papa Francisco ataca os excessos da sociedade de consumo

Pela primeira vez em seu pontificado, o papa Francisco falou sobre a questão econômica mundial. Ontem, em seu discurso para quatro novos embaixadores junto à Santa Sé – Quirgistão, Antigua e Barbuda, Luxemburgo e Botswana - Francisco fez duras críticas à sociedade de consumo e à ganância por poder. 
O papa também denunciou uma “sociedade que se defronta com uma nova e impiedosa imagem do fetichismo do dinheiro”. Acrescentou a isso “uma corrupção tentadora e uma evasão fiscal egoísta assumiram dimensões mundiais”. O correspondente da RFI em Roma, Rafael Belincanta, avalia esse pronunciamento do papa e as expectativas em relação ao seu pontificado.

O ministro britânico das Finanças, George Osborne, se mostrou otimista durante a entrevista coletiva concedida após a reunião do G7.
11/05/2013 - G7/Crise

Apesar da crise europeia, líderes do G7 apostam na retomada econômica

Os representantes do G7 reunidos na Inglaterra nesse fim de semana se comprometeram a trabalhar juntos para a retomada da economia mundial.
Mulher abre porta de vidro com cartaz de oferta de emprego. Imagem de março de 2011
09/05/2013 - Economia

EUA têm menor índice de desemprego em cinco anos

O número de desempregados nos Estados Unidos é o mais baixo dos últimos cinco anos, de acordo dados divulgados nesta quinta-feira pelo departamento do Trabalho (equivalente ...
O presidente francês François Hollande, em Paris, em imagem do dia 24 de abril.
06/05/2013 - Imprensa francesa

François Hollande: um presidente só e sem motivos para comemorar um ano de governo

As críticas cada vez mais severas contra François Hollande e as diversas manifestações contra seu governo, na véspera de sua eleição completar um ano, são os destaques da imprensa francesa desta segunda-feira. Os jornais também reagem à decisão de Bruxelas de prolongar até 2015 o prazo para a França cumprir sua obrigação de reduzir o déficit público para 3% do PIB.

O presidente François Hollande comemora sua vitória em maio de 2012
05/05/2013 - França/governo

François Hollande completa um ano na presidência com recorde de impopularidade

O presidente francês François Hollande chega nesta segunda-feira a um ano de mandato em meio à recessão, aumento do desemprego e escândalos de corrupção. Neste domingo, milhares de pessoas foram às ruas, convocadas pelo partido Frente Esquerda, protestar contra a política de austeridade do governo.

François Hollande completa um ano no cargo com impopularidade e crise
03/05/2013 - França

François Hollande completa um ano no cargo com impopularidade e crise

Em 15 de maio de 2012, o socialista François Hollande tomava posse como presidente da França prometendo confiança aos eleitores. Uma semana antes, ele havia derrotado na eleição o impopular Nicolas Sarkozy. Prestes a completar um ano no cargo, Hollande conseguiu superar Sarkozy em impopularidade. Só 26% dos franceses aprovam o presidente socialista, o pior índice desde 1958. O motivo parece estar principalmente na economia, que não reagiu às tentativas de recuperação do governo. A França deve repetir em 2013 a estagnação do ano passado. O número de desempregados passou a barreira dos 3 milhões. Isso quer dizer que 11% dos franceses não têm emprego, a pior situação desde 1997. O país está endividado e é pressionado pela vizinha Alemanha a fazer reformas e cortar gastos. Os professores Jean Viard, da Sciences Po, e Bruno Muxagato, da Universidade de Versalhes, comentam o primeiro ano de Hollande.

Cipriotas protestaram contra a aprovação do plano de resgate pelo Parlamento do país nesta terça-feira, 30 de abril, em Nicósia.
30/04/2013 - Chipre/austeridade

Chipre aprova plano de resgate em troca de 10 bilhões de euros

O Parlamento do Chipre adotou nesta terça-feira, dia 30 de abril, o plano de resgate europeu em troca de um empréstimo de 10 bilhões de euros. O acordo concluído nesta noite com a troika (União Européia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu) e recebeu 29 votos a favor e 27 contra dos deputados cipriotas.

Com a crise, europeus perdem confiança em seus políticos
30/04/2013 - O Mundo Agora

Com a crise, europeus perdem confiança em seus políticos

“Na Europa em crise, os políticos e a política em geral estão afundando junto. O novo governo italiano é paradigmático desta debacle.
O ministro espanhol da Economia, Luis de Guindos, acredita que o Programa Nacional de Reforma e Estabilidade apresentado nesta sexta-feira, dia 26 de abril, dá credibilidade sobre à economia espanhola.
26/04/2013 - Espanha/Economia

Comissão Europeia aprova adiamento da redução do déficit espanhol

A Comissão Europeia aceitou nesta sexta-feira, dia 26 de abril, o adiamento por dois anos dos esforços da Espanha para reduzir o déficit orçamentário do país abaixo de 3% do Produto Interno Bruto (PIB). A Espanha apresentou hoje o essencial de seu programa de estabilidade com reformas estruturais na economia do país. Bruxelas vinha criticando até então o governo de Mariano Rajoy contra o déficit excessivo de suas contas públicas.

Ministra da Justiça suíça Simonetta Sommaruga, que anunciou restrições à imigração nesta quarta-feira, 24 de abril de 2013.
24/04/2013 - EUROPA

Suíça amplia restrição à entrada de trabalhadores europeus no país

O governo da Suíça anunciou que vai limitar a entrada de trabalhadores europeus no país.
Close