Conteúdo sindicado
Egito
John Kerry se encontrou com o general egípcio Abdel Fattah al-Sissi neste domingo, 3 de novembro de 2013, no Cairo.
03/11/2013 - EUA/Egito

John Kerry vê sinais de avanços democráticos no Egito

O secretário de Estado americano John Kerry fez uma visita relâmpago neste domingo, 3 de novembro de 2013, ao Cairo. Essa foi a primeira vez que o chefe da diplomacia dos Estados Unidos visitou o país desde a destituição do presidente Mohamed Mursi pelo exército egípcio, em 3 de julho. Kerry declarou perceber sinais de progressos democráticos no Egito ainda dividido entre os partidários do exército no poder e do ex-presidente Mursi.

Poster do ex-presidente egípcio Mohamed Mursi entre os vestígios de uma região de protestos, no Cairo, em foto do dia 28 de outubro de 2013.
01/11/2013 - Egito/ tensão

A três dias de julgamento de Mursi, protestos terminam em confrontos

Islamistas protestaram nas ruas de várias cidades egípcias nesta sexta-feira, 1º de novembro, contra o julgamento do ex-presidente Mohamed Mursi, deposto do poder. Houve confrontos com a polícia em Alexandria. O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, visitará o Cairo na véspera do julgamento, que vai se iniciar na segunda-feira.

Estudantes egípcios foram dispersados nesta segunda-feira com bombas de gás lacrimogêneo, no Cairo.
28/10/2013 - Egito/Crise

Estudantes pró-Mursi são dispersados com gás lacrimogêneo no Cairo

A polícia egípcia dispersou nesta segunda-feira com a ajuda de gás lacrimogêneo uma manifestação de estudantes no Cairo em apoio ao presidente islamista deposto, Mohamed Mursi.

Policiais revidaram com bombas de gás lacrimogêneo às pedras atiradas pelos estudantes no Cairo.
20/10/2013 - Egito/Manifestação

Polícia lança bombas de gás lacrimogêneo em estudantes no Cairo

As forças de segurança egípcias enfrentaram estudantes partidários do presidente deposto Mohamed Mursi, que manifestavam nesse domingo, 20 de outubro, no Cairo.
Apesar da repressão do exército, protestos continuam no Egito desde a queda de Mohamed Mursi.
10/10/2013 - EUA/Egito

EUA anunciam corte de parte da ajuda militar e financeira ao Egito

Os Estados Unidos anunciaram nessa quarta-feira, 9 de outubro, que pretendem suspender parte da ajuda militar e financeira dada ao Egito.
Partidários de Mursi tentam escapar das bombas de gás lacrimogêneo
08/10/2013 - Egito/manifestações

Novos confrontos deixam pelo menos nove mortos no Egito

A violência voltou a atingir o Egito nesta segunda-feira (7), com novos ataques contra forças de segurança, no que pode indicar o fortalecimento da insurgência islâmica no país. Três atentados simultâneos deixaram pelo menos nove soldados mortos à margem de novas manifestações organizadas pelos partidários do ex-presidente Mursi.

Confrontos entre partidários do presidente deposto, opositores e forças de segurança.
07/10/2013 - Egito/Atentados

Nove morrem hoje no Egito e cresce risco de nova onda de violência

Três atentados causaram a morte de nove pessoas no Egito nesta segunda-feira, dia seguinte dos confrontos que causaram a morte de 51 civis, à margem de uma série de ...
Confrontos na rua do Egito neste domingo entre partidários e opositores do ex-presidente Mursi.
06/10/2013 - Egito/crise

Confrontos no Egito entre pró e anti-Mursi deixaram ao menos 38 mortos

Pelo menos 38 pessoas morreram neste domingo no Egito em confrontos entre a polícia e partidários do presidente deposto pelo exército, Mohamed Mursi.
Manifestantes pró-Mursi protestam nesta sexta-feira, 4 de outubro de 2013, no Cairo.
04/10/2013 - Egito/Crise política

Novos confrontos entre pró-Mursi e policiais deixam mortos e feridos no Cairo

Quatro mortos e cerca de 80 feridos. Este é o balanço dos confrontos violentos no Cairo entre as forças do exército e os partidários da Irmandade Muçulmana nesta sexta-feira,  três meses depois da queda do ex-presidente Mohamed Mursi. Manifestações aconteceram em diversas áreas da capital e em outras cidades.

Egito lembra três meses da queda de Mursi
03/10/2013 - Linha Direta

Egito lembra três meses da queda de Mursi

O Egito marca nesta quinta-feira o terceiro mês da queda do seu primeiro presidente democraticamente eleito. Mohamed Morsi foi derrubado pelo Exército do país após milhões de pessoas terem tomado as ruas pedindo a renúncia do líder islamita.

Desde então, o país retornou ao estado de emergência, decretado após forças de segurança terem dispersado milhares de simpatizantes da Irmandade Muçulmana que se recusavam a deixar as ruas.

A ação deixou centenas de mortos e iniciou uma onda de violência que se espalhou pelo Egito. Nas últimas semanas, no entanto, a violência deu uma trégua no país.

Nosso correspondente no Cairo, Hugo Bachega, analisa a situação do país três meses depois do golpe.

 

Close