Conteúdo sindicado
Eleição presidencial
O diário econômico Les Echos publica reportagem sobre o ano eleitoral no Brasil. 22 de abril de 2014.
22/04/2014 - Imprensa

Investidores apostam na derrota de Dilma nas eleições, afirma Les Echos

O diário econômico Les Echos publica nesta terça-feira (22) uma extensa reportagem sobre o ano eleitoral movimentado nos países emergentes. Brasil, Turquia, Indonésia e Índia têm eleições em 2014 que podem levar a alternâncias no poder. O jornal francês sublinha que os emergentes atravessam um momento de instabilidade econômica e mudar de política, na atual conjuntura de déficits, é vital para reduzir os desequilíbrios e criar novas fontes de crescimento.

Eleições "democráticas" mascaram hipocrisia autoritária
22/04/2014 - O Mundo Agora

Eleições "democráticas" mascaram hipocrisia autoritária

O cinismo do anúncio oficial das próximas eleições presidenciais na Síria é um escárnio a qualquer processo político minimamente democrático. É absolutamente impossível organizar um pleito com algum ar de respeitabilidade num país completamente destruído pelos bombardeios contínuos do próprio governo e uma guerra civil bárbara em andamento, com 200.000 mortos e mais de dois milhões de refugiados.

Parlamento sírio reunido em sessão solene nesta segunda-feira (21).
21/04/2014 - Síria/Conflito

Ocidentais criticam organização de eleições na Síria

O resultado da eleição marcada para o dia 3 de junho "não terá nenhum valor ou credibilidade", avaliou o governo britânico, enquanto Washington denunciou uma "paródia de democracia". A ONU estima que o pleito vai prejudicar os esforços em prol de uma solução política para o conflito no país, que já fez mais de 150 mil mortos em três anos. A oposição síria qualificou essa eleição de "farsa".

Menino agita cartaz da campanha de Abdelaziz Bouteflika, reeleito para um quarto mandato presidencial.
19/04/2014 - Argélia/Política

Rivais não reconhecem reeleição de Bouteflika para presidente da Argélia

Com 81,53% de votos, o presidente argelino Abdelaziz Bouteflika já foi reeleito no primeiro turno para um quarto mandato, segundo os resultados oficiais anunciados na noite de sexta-feira (18). Uma vitória sem surpresa do chefe de Estado de 77 anos, que praticamente não fez campanha eleitoral. Seu principal rival político, assim como os outros partidos da oposição, não reconheceram a vitória.

Presidente da Comissão Nacional de Eleições, Augusto Mendes
17/04/2014 - Guiné-Bissau

PAIGC tem maioria absoluta no parlamento da Guiné-Bissau

Anunciados ontem (16/04) os resultados provisórios das eleições gerais de 13 de Abril, cuja participação rondou os 80%, um nível jamais atingido na Guiné-Bissau, onde o PAIGC conquistou a maioria no Parlamento e o seu candidato às presidenciais José Mário Vaz, vai disputar a segunda volta com o independente Nuno Nabian.

Guiné-Bissau rumo a segunda volta das eleições presidenciais
17/04/2014 - Convidado

Guiné-Bissau rumo a segunda volta das eleições presidenciais

O sociólogo e investigador guineense Miguel de Barros, analisa os resultados provisórios das eleições gerais de 13 de Abril, que garantem a maioria absoluta no parlamento ao PAIGC, cujo candidato às presidenciais José Mário Vaz vai disputar a segunda volta com o candidato independente Nuno Nabian, que teve o apoio do recentemente falecido e carismático antigo presidente Kumba Yalá.

Bouteflika deve se reeleger para seu 4° mandato como presidente da Argélia
17/04/2014 - Fato em Foco

Bouteflika deve se reeleger para seu 4° mandato como presidente da Argélia

Dentro de um delicado cenário político, a Argélia elege nesta quinta-feira (17) seu próximo presidente. Ou provavelmente reelege Abdelaziz Bouteflika para seu quarto mandato seguido, com o apoio da Frente de Libertação Nacional (FLN), do exército e da elite empresarial, após uma controversa campanha eleitoral. Devido à gravidade de sua saúde, após sofrer um acidente vascular cerebral no ano passado, o candidato-presidente de 77 anos não fez nenhuma aparição pública durante toda a campanha.

Imprensa  dividida entre eleições argelinas e economias de Valls
17/04/2014 - Revista de Imprensa

Imprensa dividida entre eleições argelinas e economias de Valls

Eleições presidencias na Argélia e o plano de economia anunciado pelo primeiro ministro francês, Manuel Valls, são os grandes destaques da imprensa francesa.

"Inquietação", "retrocesso"e "fatalismo" são alguns dos adjectivos usados pelos jornais, dos mais diversos quadrantes, para classificar a possível reeleição de Abdelaziz Bouteflika.

Manuel Valls e o seu plano de economia ontem anunciado, que perspectiva uma poupança de 50 mil milhões de euros, feita a partir do congelamento das prestações sociais, merece destaque nos principais jornais gauleses. De salientar que o descontentamento que a iniciativa de Valls provocou é transversal a toda a imprensa.

Ucrânia à beira da guerra civil
14/04/2014 - Revista de Imprensa

Ucrânia à beira da guerra civil

A operação anti-terrorista lançada no oeste da Ucrânia, ocupada por pró-russos, poderá servir de pretexto a uma intervenção directa do presidente Vladimir Putin, que colocou cerca de 40 mil soldados em alerta, ao longo da fronteira comum, este é o tema dominante nas manchetes dos jornais desta segunda-feira (14/04)

Luis Guillermo Solís, candidato do Partido Ação Cidadã (PAC).
06/04/2014 - Costa Rica/eleição presidencial

Eleitores vão ao segundo turno presidencial de apenas um candidato na Costa Rica

Os costa-riquenos vão às urnas neste domingo (6) para um insólito segundo turno das eleições presidenciais, com apenas um candidato. O centrista Luis Guillermo Solis, do Partido Ação Cidadã, tinha como adversário Johnny Araya, de direita, que se retirou da corrida diante de pesquisas que anunciavam sua derrota.

Close