Conteúdo sindicado
Guiné Bissau
O general António Indjai em Novembro de 2012 em Bissau.
16/09/2014 - Guiné-Bissau

Exoneração do Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, exonerou o general António Indjai do cargo de Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas por decreto presidencial tornado público ontem à noite, um texto que teve entrada imediata em vigor.

Mudança nas chefias militares na Guiné-Bissau
16/09/2014 - Convidado

Mudança nas chefias militares na Guiné-Bissau

O general António Indjai foi exonerado ontem das suas funções na chefia das Forças Armadas da Guiné-Bissau, uma decisão tornada pública por um decreto presidencial que marca um passo na nova fase em que a Guiné-Bissau pretende enveredar.
Paulo Gorjão, presidente do IPRIS, Instituto Português de Relações Internacionais e Segurança em Lisboa analisa as possibilidades que se apresentam doravante à Guiné-Bissau.

Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau.
15/09/2014 - África lusófona Guiné Bissau

Missão conjunta avalia situação na Guiné-Bissau

   A  União Africana, a  Organização Internacional  da Francofonia e a  ONU enviaram  à  Guiné  Bissau uma missão conjunta para  avaliar o processo de normalização da vida política do país.

Hospital Simão Mendes, Bissau.
13/09/2014 - Guiné Bissau

Guiné Bissau adopta medidas de prevenção ao vírus ébola

O Primeiro ministro guineense, Domingos Simões Pereira, disse durante uma acção de sensibilização sobre o virús ébola, que o seu país, está melhor preparado para enfrentar um eventual surto da febre hemorrágica.

Vírus ébola
09/09/2014 - África

África face ao vírus ébola

A OMS, Organização Mundial da Saúde divulgou esta terça-feira os últimos dados sobre a progressão da epidemia de ébola na África do Oeste e deu conta de cerca de 2300 mortos sobre perto de 4300 casos recenseados, a maioria das mortes tendo sido registadas na Libéria com 1224 pessoas ceifadas pela febre hemorrágica.

UNICEF e parceiros visitar um mercado lotado em Conacri, na Guiné, para explicar como podem se proteger e suas famílias do Ebola. 22/08/2014
06/09/2014 - Guiné Bissau

ONU promove em Bissau formação de prevenção do vírus do ébola

Não há casos de registo do vírus do ébola na Guiné Bissau, mas como medida de prevenção, decorre este fim de semana, em Bissau, uma formação de profissionais guineenses, com o apoio americano e da ONU.

Hospital Simão Mendes, Bissau.
03/09/2014 - Guiné-Bissau

Autoridades guineenses negam existência de casos suspeitos de ébola no país

Perante o crescente clima de receio relacionado com a propagação da epidemia de ébola na África do Oeste, têm surgido informações contraditórias sobre a alegada existência de casos suspeitos na Guiné-Bissau, alegações desmentidas hoje pelas autoridades do país.

Cessar-fogo assinado em Moçambique
30/08/2014 - Semana em África

Cessar-fogo assinado em Moçambique

A assinatura do cessar-fogo entre o governo da Frelimo e a Renamo, principal partido de oposição de Moçambique dominou a actualidade desta semana, o alastramento da epidemia de ébola para uma localidade isolada da República Democrática e o registo de um caso no Senegal tendo também feito redobrar a vigilância de vários países, nomeadamente a Guiné-Bissau e Angola.

O vírus Ébola parece ter chegado ao Senegal
29/08/2014 - Guiné-Bissau/São Tomé e Príncipe

Bissau previne-se do Ébola já presente no Senegal

O primeiro-ministro guineense Domingos Simões Pereira considera ser uma má notícia para o pais, caso se confirme a presença do  vírus Ébola no Senegal. Este sábado será lançada uma campanha nacional de limpeza e desinfecção.

Negociações de paz em Moçambique com progressos mas sem garantias
02/08/2014 - Semana em África

Negociações de paz em Moçambique com progressos mas sem garantias

Esta semana ficou marcada por nítidos progressos nas discussões entre o governo moçambicano e a Renamo, faltando contudo ainda estabelecer garantias para a implementação de um eventual acordo. Noutro quadrante, os últimos dias ficaram igualmente marcados pelo progresso incontrolado da febre ébola na África do oeste que leva a uma crescente mobilização. De referir ainda que foi anunciado que a Guiné-Bissau poderia conhecer um crescimento de 2,7%, conforme disse uma missão do FMI no final da sua deslocação ao país esta semana.

Close