Conteúdo sindicado
Guiné-Bissau
Guiné-Bissau rumo a segunda volta das eleições presidenciais
17/04/2014 - Convidado

Guiné-Bissau rumo a segunda volta das eleições presidenciais

O sociólogo e investigador guineense Miguel de Barros, analisa os resultados provisórios das eleições gerais de 13 de Abril, que garantem a maioria absoluta no parlamento ao PAIGC, cujo candidato às presidenciais José Mário Vaz vai disputar a segunda volta com o candidato independente Nuno Nabian, que teve o apoio do recentemente falecido e carismático antigo presidente Kumba Yalá.

Votação em Bissau a 13 de Abril de 2014.
16/04/2014 - GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau: Fernando Vaz aponta o dedo a Ana Gomes e Ramos-Horta

Enquanto se aguardava a divulgação dos resultados preliminares das eleições gerais na Guiné-Bissau, surgiu nova polémica. Fernando Vaz, líder do partido União Patriótica Guineense, apontou o dedo a “personagens que gostavam de deitar gasolina em cima do fogo”, nomeando a eurodeputada portuguesa Ana Gomes e o representante das Nações Unidas na Guiné-Bissau, Ramos-Horta.

Guiné-Bissau: os eleitores terão mudado de comportamento ?
16/04/2014 - Convidado

Guiné-Bissau: os eleitores terão mudado de comportamento ?

O politólogo guineense Rui Landim comenta o xadrez político nacional em torno do escrutínio de domingo. Uma mobilização em massa, nomeadamente, o significado do voto jovem, a descrença dos cidadãos em relação ao Estado são algumas das tónicas aqui abordadas.

Ameaças sobre ecossistemas na Guiné-Bissau
15/04/2014 - Convidado

Ameaças sobre ecossistemas na Guiné-Bissau

O abate de árvores e a exploração mineira foram dois temas amplamente debatidos na campanha eleitoral que antecedeu o escrutínio do passado domingo. Nelson Dias, chefe de programa da União mundial para a conservação da natureza na Guiné-Bissau, passa em revista os desafios com que serão confrontadas as futuras autoridades deste país da África ocidental.

13/04/2014 - GUINÉ-BISSAU

Afluência nas eleições gerais da Guiné-Bissau

Os guineenses ter-se-ão mobilizado em número para as eleições gerais que é suposto escolherem o novo parlamento, novo governo, e um novo chefe de Estado. O escrutínio ocorreu dois anos após o golpe de Estado que impedira a realização da segunda volta das eleições presidenciais de 2012. 775 508 cidadãos estavam registados no país e na diáspora.

Guiné-Bissau foi a votos
13/04/2014 - Convidado

Guiné-Bissau foi a votos

O politólogo guineense Rui Jorge abordou com a reportagem da RFI em Bissau a situação política guineense. As eleições gerais deste domingo é suposto encerrarem a transição encetada há dois anos após o golpe de Estado que impedira a realização da segunda volta do escrutínio presidencial de 2012.  Ouça aqui o diagnóstico que ele faz da situação neste país da África ocidental.

Guineenses no dia que antecede as eleições gerais.
12/04/2014 - GUINÉ-BISSAU

Contagem decrescente para as eleições gerais na Guiné-Bissau

Hoje é dia de reflexão na Guiné-Bissau para as eleições gerais de amanhã. As presidenciais e legislativas deste domingo são o último passo no período de transição política que se vive desde o golpe de 12 de abril de 2012. A população e a comunidade internacional esperam que o voto traga a estabilidade num país minado pela violência politico-militar e pela extrema pobreza.

Guiné-Bissau prestes a ir às urnas
10/04/2014 - Convidado

Guiné-Bissau prestes a ir às urnas

Dois anos depois do golpe de Estado, a Guiné-Bissau está prestes a ir às urnas.

08/04/2014 - Guiné-Bissau

Guiné-Bissau : protestos de agentes eleitorais preocupam sociedade civil

Agentes das assembleias de voto, desfilaram esta terça-feira nas ruas de Bissau, exigindo cerca do triplo dos subsídios, que a Comissão Nacional de Eleições lhes atribui no quadro das eleições gerais de 13 de Abril.

04/04/2014 - Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Morreu Kumba Yalá

O ex-Presidente da Guiné-Bissau Kumba Yalá morreu hoje, aos 61 anos, alegadamente devido a doença cardíaca. O emblemático homem do gorro vermelho candidatou-se à Presidência da República do país em todas as eleições desde 1994, foi eleito em 2000, mas deposto em 2003, por um golpe de Estado militar.

Close