Conteúdo sindicado
Moçambique
Espaço verde em Moçambique
05/10/2014 - Moçambique

Presidente moçambicano lança campanha agrícola em Tete

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, lançou este domingo, 5 de outubro, a campanha agrária, na província de Tete, no centro de Moçambique.

O Presidente Armando guebuza e o líder da Renamo Afonso Dhlakama aquando da ratificação do acordo de cessação das hostilidades a 5 de Setembro de 2014
04/10/2014 - Moçambique

Moçambique assinala os 22 anos dos acordos de Roma

Os moçambicanos assinalaram este sábado, 4 de outubro, o dia da paz, uma referência à assinatura dos acordos de Roma, há 22 anos, que puseram fim à guerra civil, entre a Frelimo e a Renamo.

Um mês de campanha marcada pela violência em Moçambique
04/10/2014 - Semana em África

Um mês de campanha marcada pela violência em Moçambique

Esta semana, Moçambique cumpriu um mês de campanha para as eleições de 15 de Outubro marcado pela violência entre partidos, Angola anunciou que vai participar na força de manutenção da paz na República Centro-Africana e na Guiné-Bissau, o Presidente indultou 5 militares e um civil envolvidos na intentona de 21 de Outubro de 2012.

Tubarões azuis caboverdianos metem medo a Mambas moçambicanos
04/10/2014 - Desporto

Tubarões azuis caboverdianos metem medo a Mambas moçambicanos

Na edição do Desporto deste sábado, 4 de outubro, destaque para os preparativos do jogo de futebol entre a selecção Cabo Verde e a sua congénere de Moçambique, no dia 11 de outubro, no estádio de Matola.

Votação perto da Gorongosa (centro) para as eleições autárquicas de 20 de Novembro de 2013
03/10/2014 - MOÇAMBIQUE

Moçambique: encontrado material de votação em Manica

Um desacato inédito em Nampula, no norte, opôs nesta quinta-feira militantes da Frelimo, partido no poder em Moçambique, a adeptos da Renamo, maior força da oposição. Numa altura em que as autoridades estão a investigar o material de votação encontrado em Manica.

Abdul Carimo, Presidente da Comissão Nacional de Eleições de Moçambique
02/10/2014 - Moçambique

Moçambique: violência mancha campanha eleitoral


A escassos dias das eleições gerais de 15 de Outubro em Moçambique, prosseguem cenas de violência, devido à intolerância de militantes dos principais partidos políticos em liça.

Presidente Guebuza e Afonso Dhlakama assinando o acordo em Maputo
01/10/2014 - MOÇAMBIQUE

Formalizada missão de observação em Moçambique

Já foi formalizada a missão de observação do acordo de cessar-fogo para Moçambique. Um dispositivo que engloba 35 elementos da Frelimo, partido no poder, outros 35 da Renamo, maior partido da oposição, e 23 observadores internacionais. Uma estrutura comandada pelo Botswana que deverá ser efectiva dentro de 10 dias por 135 dias prorrogáveis.

O olhar de Daviz Simango sobre a campanha e os seus projectos para Moçambique
01/10/2014 - Convidado

O olhar de Daviz Simango sobre a campanha e os seus projectos para Moçambique

A campanha para as Eleições Gerais de 15 de Outubro em Moçambique cumpre hoje um mês de actividades, um mês marcado designadamente por incidentes envolvendo militantes da Frelimo, no poder, e do MDM -Movimento Democrático de Moçambique- na oposição.
Ao expor os seus projectos para o país, Daviz Simango, candidato às presidenciais pelo MDM, faz um primeiro balanço deste mês de campanha.

Cabo verde recuperou o segundo lugar no Índice Ibrahim
29/09/2014 - Índice Ibrahim

Cabo Verde continua a ser o melhor entre os lusófonos

A Costa do Marfim foi o país que mais evoluiu em cinco anos, desde 2009 subiu 7,8 pontos e seis lugares para a 40ª posição na tabela. Em África Lusófona, o destaque é vai para Cabo Verde que recuperou o segundo lugar do Índice Ibrahim de Governação Africana de 2014, hoje divulgado.

Presidente Guebuza e Afonso Dhlakama assinando o acordo de cessação das hostilidades a 5 de Setembro de 2014.
29/09/2014 - Moçambique

Vésperas do início oficial da missão dos observadores da cessação das hostilidades em Moçambique

Durante a 79ª ronda de diálogo mantida hoje em Maputo entre o governo e Renamo, foi anunciado que 35 observadores do principal partido de oposição vindos da Gorongosa deveriam chegar ainda hoje na capital para integrar a missão de observadores que vai fiscalizar a implementação do processo de cessação das hostilidades em Moçambique.

Close