Conteúdo sindicado
Moçambique
Oldemiro Balói em França para reforçar laços franco-moçambicanos
14/03/2015 - Semana em África

Oldemiro Balói em França para reforçar laços franco-moçambicanos

Destaque para a visita oficial a França do ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Balói, a convite do seu homólogo, Laurent Fabius. Nesta deslocação de dois dias, o responsável pela pasta da diplomacia moçambicana participou, entre outros, num colóquio sobre oportunidades de negócio em Moçambique e pôde abordar com o seu homólogo os vários eixos de cooperação franco-moçambicana.

Cooperação Militar entre Moçambique e França vai continuar
13/03/2015 - Convidado

Cooperação Militar entre Moçambique e França vai continuar

O ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique esteve em Paris a convite do responsável pela diplomacia francesa, Laurent Fabius. Durante os dois dias da visita que terminou nesta sexta-feira, Oldemiro Baloi reuniu-se com a comunidade moçambicana, participou no colóquio sobre oportunidades de negócio em Moçambique e reuniu-se com o seu homólogo francês.

Oldemiro Baloi, ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique
12/03/2015 - Moçambique/ França

França e Moçambique exploram cooperação

O Senado francês acolheu esta manhã o colóquio sobre oportunidades de negócio em Moçambique que contou com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, que convidou os empresários franceses a investir em Moçambique.

Oldemiro Baloi, ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique
11/03/2015 - Moçambique/ França

Oldemiro Baloi está em França para mostrar oportunidades de negócio em Moçambique

O ministro dos Negócios Estrangeiros moçambicano, Oldemiro Baloi, está em França a convite do seu homólogo, Laurent Fabius, para uma visita oficial de dois dias. Nesta deslocação o responsável pela pasta da diplomacia participa, entre outros, num colóquio sobre oportunidades de negócio em Moçambique.

10/03/2015 - Moçambique

Caso Cistac torna mais visíveis as fragilidades da polícia de Moçambique

Uma semana depois do assassinato em Maputo do constitucionalista franco-moçambicano Gilles Cistac, centenas de pessoas convergiram para a Universidade Eduardo Mondlane, na capital, onde o Cistac leccionava, para lhe prestar uma última homenagem antes do seu corpo ser trasladado para França na quinta-feira.

Zona ribeirinha de Maputo
09/03/2015 - Moçambique

Novo impasse entre o governo de Moçambique e a Renamo

O Governo moçambicano e a Renamo, principal partido de oposição do país, estiveram reunidos esta segunda-feira em Maputo na sua 97ª ronda de diálogo, um encontro inconclusivo que estava submetido ao debate sobre a prorrogação da presença em Moçambique da MOCHIM, Missão de Observação da Cessação das Hostilidades Militares.

Presidente moçambicano, Filipe Nyusi em audiência com o líder do MDM, Daviz Simango.
08/03/2015 - Moçambique

Direitos humanos violados em Moçambique

O MDM, terceira força política, em Moçambique, esteve reunido, este domingo, 8 de março, na Beira, no centro do paiís, para comemorar, os seus 6 anos, de existência, como formação política.

Moçambique é o país lusófono com mais mulheres no parlamento
08/03/2015 - Convidado

Moçambique é o país lusófono com mais mulheres no parlamento

Moçambique é o país lusófono com o maior número de mulheres no parlamento. Os dados são do relatório anual da União Interparlamentar. Maputo ocupa o 13° lugar do ranking mundial, com 39,9% dos lugares no parlamento preenchidos por mulheres. A propósito deste relatório e do Dia da Mulher que hoje se assinala, conversamos com Ivone Soares, líder parlamentar da Renamo, maior partido da oposição de Moçambique.

07/03/2015 - Moçambique

Polícia impede marcha em memória de Gilles Cistac

Em Moçambique as Forças de Intervenção Rápida interromperam esta manhã a marcha pacífica de repúdio ao assassínio do constitucionalista franco-moçambicano, Gilles Cistac,  alegando falta de autorização para o percurso final da manifestação.

Moçambicanos chocados com o assassínio de Gilles Cistac
07/03/2015 - Semana em África

Moçambicanos chocados com o assassínio de Gilles Cistac

Destaque para o estado de choque em que Moçambique se encontra na sequência do assassínio esta semana do constitucionalista franco-moçambicano Gilles Cistac em Maputo. Os autores do crime continuam a monte e as autoridades afirmam estar a trabalhar afincadamente para o esclarecimento deste caso. Mas a oposição, a Renamo e o MDM, aponta o dedo ao partido no poder, a Frelimo, enquanto estudantes de Direito da Universidade Eduardo Mondlane agendaram para hoje uma marcha de repúdio.

Close