Últimas notícias
Conteúdo sindicado
OCDE
França:escola  é reflexo de desigualdades
04/12/2013 - Revista de Imprensa

França:escola é reflexo de desigualdades

O inquérito da OCDE sobre as competências dos alunos em 65 países do mundo desencadeia uma polémica nos  meios docentes e políticos de França, a escola tornou-se o reflexo das desigualdades sociais em França  mais propensa a formar elites do que a apoiar os menos favorecidos, a África poderia  ser uma terra de oportunidades para os franceses,a intervenção francesa no Mali no início deste ano mudou radicalmente a imagem da França no continente africano, o Presidente Ibrahim Boubacar Keita do Mali revela que os malianos são agora menos entusiastas em relação à França, Villeurbanne no centro sul da França é a cidade do país mais empenhada na luta contra o racismo,a banda  Moodoïd que participará na trigésima quinta edição do festival Les Transmusicales de Rennes é a nova coqueluche da cena pop-rock francesa.

O exame da OCDE avalia o desempenho de estudantes de 15 anos em leitura, matemática e ciências.
03/12/2013 - Educação/OCDE

Brasil melhora, mais ainda é um dos últimos em ranking de educação

A OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) publicou nesta terça-feira, 3 de dezembro de 2013, em Paris, os resultados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA, na sigla em inglês) 2012. O Brasil continua abaixo da média da OCDE em matemática, leitura e ciências, mas registrou progressos desde a última avaliação, em 2009. Países asiáticos ocupam os primeiros lugares do ranking, liderados por Xangai.

03/12/2013

Jornais estão preocupados com a queda de qualidade do ensino francês

A maioria dos jornais franceses desta terça-feira, 3 de dezembro de 2013, antecipa a publicação do Programa Internacional de Avaliação de Alunos de 15 anos - Pisa, para fazer um grito de alerta: a escola pública francesa está perdendo qualidade e as desigualdades crescem assustadoramente entre os alunos. A manifestação contra o presidente Ianoukovitch que se amplia na Ucrânia também é destaque na imprensa de hoje.

França  e o PISA
03/12/2013 - Revista de Imprensa

França e o PISA

O  PISA(Programa Internacional para a avaliação dos conhecimentos dos  alunos) coloca a França  na vigésima quinta posição e considera que dos países mais ricos da OCDE é o que mais evidencia desigualdades no domínio da escolaridade, a excelência educativa mundial confirma um novo recuo da França, os sistemas escolares asiáticos mantêm a sua supremacia, os habitantes de Bangui estão na expectativa de uma intervenção militar francesa para um restabelecimento da ordem na capital da República Centroafricana, na Tailândia as elites urbanas acusam o governo de Yingluck Shinawatra de corrupção, em Kiev prossegue o movimento de protesto contra o Presidente Vitkor Ianoukovitch, 61% de franceses são favoráveis à uma redução do número de funcionários públicos,o Paris Saint-Germain dispõe de potencial para vencer a Liga dos Campeões Europeus.

Comissão de Bruxelas reconhece fracasso de políticas de austeridade
21/11/2013 - Revista de Imprensa

Comissão de Bruxelas reconhece fracasso de políticas de austeridade

Um relatório efectuado  por  economistas da Comissão de Bruxelas reconhece a ineficácia das políticas de austeridade aplicadas na zona euro, a França e a Italia voltam a defender uma política de crescimento e o  reforço da união bancária no seio da zona euro, Paris e Roma tencionam  reduzir o peso excessivo da  Alemanha na zona euro,o forum fiscal mundial na sua análise da  evasão fiscal critica a Suíça e o Luxemburgo,ecologistas do Greenpeace detidos na Rússia poderiam ser libertados,a internet é cada vez mais utilizada nas actividades culturais em particular nos países emergentes, Mammadou Sakho foi o superherói do  apuramento da França para o Mundial de 2014.

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OCDE) reduziu sua previsão de crescimento para o Brasil, mas diz que o país está "em vias de expansão".
19/11/2013 - Brasil/Crescimento

OCDE abaixa previsão de crescimento para o Brasil

A OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos) abaixou nesta terça-feira, 19 de novembro de 2013, suas previsões de crescimento mundial, "em grande parte devido às perspectivas degradadas em vários países emergentes". O Brasil está emergindo de um período de crescimento lento e está em "vias de expansão", segundo a OCDE, que no entanto abaixou as perspectivas de crescimento da maior economia latino-americana.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), prevê que o crescimento econômico deverá perder força no Brasil.
09/09/2013 - Economia/Crise Mundial

Indicadores da OCDE confirmam desaceleração de economias emergentes

Um novo relatório da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) confirma a tendência de desacelaração nas economias ...
Países do G7 têm previsão de crescimento limitado para os próximos meses.
08/08/2013 - Economia/Projeções

Emergentes se retraem enquanto G7 retoma crescimento

Enquanto os países do G7 devem vivenciar um crescimento limitado nos próximos meses, os emergentes verão sua atividade econômica frear e até diminuir, indica o último relatório da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Ministros do G20 posam para foto neste sábado, dia 20 de julho, após se reunirem por dois dias em Moscou, na Rússia.
20/07/2013 - G20/Rússia

G20 encerra encontro em Moscou com foco na crise e evasão fiscal

Os ministros da Fazenda dos países do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo, concluíram neste sábado, dia 20 de julho, em Moscou, uma reunião de dois dias que definiu o direcionamento da Cúpula que acontecerá em setembro deste ano em São Petersburgo. O grupo conseguiu apoiar um plano de ação conjunto elaborado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para reestabilizar os orçamentos afetados pela desaceleração econômica e reprimir a evasão fiscal de multinacionais. 

OCDE mantém-se pessimista quanto ao desemprego na zona euro
16/07/2013 - Convidado

OCDE mantém-se pessimista quanto ao desemprego na zona euro

No relatório divulgado hoje pela OCDE, a organização avança que os níveis de desemprego vão-se manter altos até ao final de 2014. O documento revela ainda grandes disparidades entre os vários países. Nos Estados Unidos da América o desemprego deve cair para níveis inferiores a 7%, na Alemanha para baixo dos 5%, todavia Espanha, Grécia e Portugal não vão seguir essas tendências, e o cenário deverá agravar-se. Manuel dos Santos, economista português e ex-vice-presidente do Parlamento Europeu, comenta o relatório e fala sobre o que esta a falhar nas políticas de emprego.

Close