Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Renamo
O Presidente Armando guebuza e o líder da Renamo Afonso Dhlakama aquando da ratificação do acordo de cessação das hostilidades a 5 de Setembro de 2014
22/09/2014 - Moçambique

Formalização do estatuto dos observadores internacionais do processo de paz em Moçambique

Hoje, o governo de Moçambique e a Renamo, principal partido de oposição, estiveram reunidos na sua 78ª ronda de negociações, encontro durante o qual analisaram ...
O Presidente Armando guebuza e o líder da Renamo Afonso Dhlakama aquando da ratificação do acordo de cessação das hostilidades a 5 de Setembro de 2014
14/09/2014 - MOÇAMBIQUE

Moçambique: Observadores militares deveriam chegar hoje

Os primeiros observadores militares internacionais deveriam chegar hoje a Maputo. A garantia foi dada por Júlio Jane, chefe de missão de peritos militares de Moçambique.

Afonso Dhlakama, líder da Renamo, durante a conferência de imprensa que deu hoje em Maputo
11/09/2014 - Moçambique

Líder do principal partido de oposição de Moçambique inicia a sua campanha na próxima semana

Afonso Dhlakama, líder da Renamo, principal partido de oposição de Moçambique, deu hoje em Maputo a sua primeira conferência de imprensa desde a assinatura com o Presidente Guebuza do Acordo de Cessação das Hostilidades Militares na sexta-feira passada.

Parlamento moçambicano
08/09/2014 - Moçambique

Parlamentares de Moçambique aprovam acordo de cessação das hostilidades

A Assembleia da República reunida hoje em sessão extraordinária, aprovou por unanimidade o Acordo de Cessação das Hostilidades Militares assinado na sexta-feira passada pelo Presidente Armando Guebuza e pelo líder da Renamo, Afonso Dhlakama.

Renamo analisa acordo de cessação das hostilidades aprovado pelo Parlamento
08/09/2014 - Convidado

Renamo analisa acordo de cessação das hostilidades aprovado pelo Parlamento

O programa Convidado do dia recebe hoje, 8 de setembro, o moçambicano Eduardo Namburete, secretário para as relações exteriores da Renamo, com quem vamos analisar as eleições gerais de 15 de outubro.

Parlamento moçambicano
07/09/2014 - Moçambique

Forças Armadas Moçambicanas prontas para integrar homens da Renamo

Chefias militares e da polícia de Moçambique, dizem-se prontas para integrar os homens da Renamo, nas fileiras das forças da defesa e de segurança, após a assinatura dos recentes acordos políticos de paz.

Acordo histórico assinado em Maputo
06/09/2014 - Semana em África

Acordo histórico assinado em Maputo

Nesta edição de "Semana em África", o destaque vai para Moçambique, e o acordo histórico assinado pelo  Presidente Armando Guebuza e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama. Também em foco, a reunião - em Luanda - de delegações da União Europeia e dos países ACP, e a preocupação da comunidade científica internacional quanto à propagação do vírus Ebola.

Presidente Guebuza e Afonso Dhlakama assinando o acordo hoje em Maputo
05/09/2014 - Moçambique

Acordo de cessação das hostilidades assinado em Moçambique

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, assinaram esta manhã em Maputo o Acordo sobre a Cessação das Hostilidades Militares. O documento põe fim à tensão político-militar vigente no país durante dois anos, a pouco menos de um mês das eleições gerais de 15 de Outubro.

Afonso Dhlakama, aquando de uma conferência de imprensa na Gorongosa há alguns meses.
04/09/2014 - Moçambique

Líder do principal partido de oposição de Moçambique chegou a Maputo

Afonso Dhlakama, deixou a Gorongosa, seu esconderijo durante quase um ano, e chegou esta tarde a Maputo onde amanhã deve formalmente assinar juntamente com o presidente Guebuza o fim da violência militar sensivelmente duas semanas depois de ter sido acordado o cessar-fogo entre o governo e a Renamo.

Maputo, capital moçambicana.
03/09/2014 - Moçambique

Governo de Moçambique já convidou observadores internacionais

O ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Gabriel Muthisse, afirmou hoje que o Governo já enviou convites aos observadores internacionais que deverão monitorar o processo de cessação das hostilidades no País, entre forças da Renamo e o Exército moçambicano.

Close