Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Sanções
Israel pode implementar sanções mais duras contra a Palestina
05/01/2015 - Linha Direta

Israel pode implementar sanções mais duras contra a Palestina

Como primeira resposta ao pedido dos palestinos de adesão ao TPI, o Tribunal Penal Internacional (TPI), Israel suspendeu o pagamento de €106 milhões de impostos arrecadados à Autoridade Nacional Palestina. Novas medidas de pressão contra os vizinhos são avaliadas pelos israelenses.

O presidente russo, Vladimir Putin, contestou as novas sanções lançadas pelos Estados Unidos e pelo Canadá contra Moscou.
20/12/2014 - Ucrânia/Rússia/Sanções

Novas sanções dos EUA e do Canadá contra Rússia pioram tensão com Ucrânia, diz Moscou

A Rússia criticou neste sábado (20) as novas sanções lançadas pelos Estados Unidos e pelo Canadá contra Moscou.
O presidente russo, Vladimir Putin,durante entrevista coletiva de fim de ano em Moscou, nesta quinta-feira, 18 de dezembro.
18/12/2014 - Rússia/Putin

Rússia pode levar até dois anos para sair da crise, diz Putin

O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu aos russos que vai tira o país da grave crise econômica em, “no máximo dois anos” e aproveitou para acusar os países ocidentais de serem “imperadores” que pretendem ditar os passos a seus vassalos. As declarações foram feitas durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (18).

O presidente americano Barack Obama
16/12/2014 - Estados Unidos/Rússia

Obama vai sancionar lei que autoriza novas sanções contra a Rússia

O presidente americano Barack Obama vai sancionar a lei adotada pelo Congresso autorizando novas sanções contra a Rússia, em plena crise econômica provocada pela queda brusca do rublo, a moeda local. O anúncio foi feito nesta terça-feira (16) pela Casa Branca.

O novo Parlamento ucraniano se reuniu pela primeira vez nesta quinta-feira (27), em Kiev.
27/11/2014 - Ucrânia/Crise

Novo Parlamento ucraniano pró-europeu toma posse

O novo Parlamento ucraniano, eleito nas legislativas antecipadas de 26 de outubro, se reuniu pela primeira vez nesta quinta-feira (27) em Kiev. E, pela primeira vez na história do país, a casa é dominada por uma maioria de deputados pró-ocidentais. A Ucrânia vive um conflito armado no leste separatista pró-russo e uma profunda crise econômica.

Rússia enfraquecida pode ser mais perigosa
18/11/2014 - O Mundo Agora

Rússia enfraquecida pode ser mais perigosa

Não é bem uma nova Guerra Fria, mas tem toda a pinta. Vladimir Putin foi tratado como um pária na recente reunião do G20 na Austrália.
Separatistas ucranianos ignoram novas sanções europeias
18/11/2014 - Linha Direta

Separatistas ucranianos ignoram novas sanções europeias

A União Europeia decidiu impor sanções individuais a mais líderes separatistas ucranianos, ontem, mas não chegou a um acordo sobre um possível endurecimento ...
Ministro ucraniano das Relações Exteriores, Pavlo Klimkin, ao lado da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini
17/11/2014 - União Europeia/Ucrânia

Europa amplia lista de sancionados por envolvimento na crise ucraniana

Hoje, a Europa decidiu aumentar sua lista de pessoas sancionadas por envolvimento no conflito no leste da Ucrânia.
O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante a cúpula ASEAN. 13/11/14
13/11/2014 - Rússia/EUA/Ucrânia

Medvedev pede a Obama o fim das sanções contra a Rússia

O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, pediu nesta quinta-feira (13) ao presidente americano, Barack Obama, o fim das sanções ocidentais contra a Rússia. Obama e Medvedev se reuniram à margem da cúpula de países do sudeste asiático, ASEAN, que acontece em Mianmar.

O tenente coronel Isaac Zida, actual homem forte do Burkina Faso
03/11/2014 - Burkina Faso

Militares do Burkina Faso têm 15 dias para restituír o poder aos civis

A crise vigente há uma semana no Burkina Faso com a queda do Presidente Compaoré sob a pressão popular e a tomada do poder pelos militares na sexta-feira foi analisada hoje numa reunião do Conselho de Paz e Segurança da União Africana, na sede da organização em Addis Abeba, na Etiópia, os membros deste órgão tendo concedido o prazo de duas semanas para os militares burkinabés restituírem o poder aos civis, sob pena de possíveis sanções.

Close