Conteúdo sindicado
São Tomé e Príncipe
Angolanos e moçambicanos a caminho das Afrotaças
17/02/2014 - Desporto

Angolanos e moçambicanos a caminho das Afrotaças

Os clubes angolanos Petro de Luanda, 1º de Agosto, Desportivo da Huíla e Kabuscorp do Palanca e os  moçambicanos Liga Muçulmana e Ferroviário da Beira carimbaram a passagem para a fase seguinte de apuramento para as Afrotaças. A equipa são-tomense Praia Cruz foi afastada.

Eleitores santomenses nas eleições de 17 de julho de 2011 em São Tomé
16/02/2014 - São Tomé e Príncipe

S. Tomé e Príncipe tem uma nova lei eleitoral

Os santomenses passam a ter uma nova eleitoral, acabada de ser aprovada pelo Parlamento santomense e que prevê uma redução do número de deputados e fecha as portas à diáspora.

Combates no terreno e avanços nas negociações em Moçambique
15/02/2014 - Semana em África

Combates no terreno e avanços nas negociações em Moçambique

Esta semana foi marcada por avanços nas negociações entre o governo moçambicano e a Renamo relativamente aos órgãos eleitorais enquanto no terreno, os combates continuavam no centro do país. Também a marcar a actualidade desta semana, as suspeitas de limpeza étnica na República Centro-Africana ou ainda a eleição de Domingos Simões Pereira, antigo secretário-executivo da CPLP, na chefia do PAIGC, primeira força política da Guiné-Bissau.

O Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas são-tomense, o Brigadeiro Felisberto Maria Segundo, demitiu-se.
14/02/2014 - SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

São Tomé e Príncipe : Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas demite-se

O Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas de São Tomé, o Brigadeiro Felisberto Maria Segundo, decidiu abandonar o cargo. A demissão surge na sequência de actos de insubordinação ligados ao descontentamento dos militares.

Manuel Pinto da Costa, Presidente da República de São Tomé e Príncipe
13/02/2014 - São Tomé e Príncipe

Reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional em São Tomé e Príncipe

Assim que chegou ontem do Congo Brazzaville onde participou numa cimeira regional, o Presidente São-Tomense Manuel Pinto da Costa convocou para hoje uma reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional no intuito de analisar o contexto de crise vivido tanto na polícia como no exército.

Clubes afro-lusófonos na corrida às Afrotaças
11/02/2014 - Desporto

Clubes afro-lusófonos na corrida às Afrotaças

A segunda “mão” da pré-eliminatória de acesso à fase de grupos das Afrotaças disputa-se no próximo fim-de-semana. Nesta edição fazemos o rescaldo da prestação da primeira “mão” dos clubes moçambicanos com o comentador desportivo Ali Hassan.

Manuel Pinto da Costa, Presidente da República de São Tomé e Príncipe
10/02/2014 - SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

São Tomé e Príncipe : Pinto da Costa no aniversário do Protocolo de Brazzaville

O presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa, viajou hoje para o Congo Brazzaville para participar na Conferência do 25º aniversário da assinatura do Protocolo de Brazzaville sobre a paz na África Austral.

Governo moçambicano aceita 5 mediadores nacionais nas negociações com a Renamo
08/02/2014 - Semana em África

Governo moçambicano aceita 5 mediadores nacionais nas negociações com a Renamo

Esta semana ficou marcada pelos novos desenvolvimentos no quadro das rondas negociais sobre o conflito político-militar moçambicano entre a Renamo e Frelimo. O governo moçambicano acabou por aceitar a presença de mediadores nacionais nas próximas rondas de conversações, como vinha exigindo a Renamo, tendo sido identificados 5 potenciais mediadores.

Rafael Branco afasta-se do MLSTP-PSD
07/02/2014 - Convidado

Rafael Branco afasta-se do MLSTP-PSD

O ex-primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Rafael Branco, disse em entrevista à RFI que a sua saída do MLSTP-PSD foi voluntária e argumentou a sua decisão pelo facto do partido estar a seguir um rumo com o qual  não se identifica. No entanto a Comissão Política  afirma ter votado, na passada quarta-feira, a sua expulsão do partido.

06/02/2014 - São Tomé e Príncipe

Contencioso ao rubro entre a polícia e a justiça em São Tomé e Príncipe

Continua envolta em polémica a sentença na terça-feira de dois anos de prisão efectiva a dois agentes policiais acusados de uso excessivo de força contra um funcionário judicial. Depois da leitura da sentença, ocorreram trocas de tiros à saída do tribunal e os colegas dos polícias condenados impediram que os arguidos fossem conduzidos para a cadeia, acabando por levá-los para o Comando da Polícia Nacional onde permanecem até ao momento alegadamente para lhes ser garantida protecção.

Close