Conteúdo sindicado
Violências
Colunas romanas do sítio arqueológico de Palmira, no sudoeste da Síria, ameaçado pelo grupo Estado Islâmico.
20/05/2015 - Grupo EI/Síria

Grupo EI ameaça patrimônio da cidade antiga de Palmira

Os jihadistas do grupo Estado Islâmico conseguiram se apoderar do norte da cidade antiga de Palmira, no centro da Síria, espalhando o terror entre a população. Combates estão acontecendo nas ruas entre os extremistas e tropas sírias. O sítio arqueológico está ameaçado.

Balança da Justiça
23/04/2015 - Angola

Angola : Associação Mãos Livres vai defender "Kalupeteka"

David Mendes, advogado da Associação Mãos Livres, pretende saber onde está, em que condições e de que crime é acusado o líder religioso Julino Kalupeteka, detido sábado no Huambo, e pediu uma audiência à Procuradoria Geral da República nessa província para esclarecer estes dados e preparar a defesa do arguido.

Sul-africanos protestam contra os ataques aos estrangeiros em Joanesburgo em 16 de abril de 2015.
16/04/2015 - África do Sul/Xenofobia

Zuma pede calma e milhares protestam contra xenofobia na África do Sul

Nesta quinta-feira (16), em Joanesburgo, cerca de 5.000 pessoas saíram às ruas para protestar contra a onda de violência contra estrangeiros, principalmente na cidade de Durban. Seis pessoas, entre moçambicanos e etíopes, foram mortas. O presidente Jacob Zuma pediu calma à população.

Habitantes de Ferguson realizaram um protesto para denunciar as discriminações da polícia local contra os negros nesta quarta-feira (11).
12/03/2015 - Ferguson/Estados Unidos

Dois policiais são baleados durante protesto em Ferguson

A cidade de Ferguson, nos Estados Unidos, viveu mais uma madrugada de tensão nesta quinta-feira (12).
França é condenada por não proibir a palmada e o tapa no rosto em crianças
04/03/2015 - Fato em Foco

França é condenada por não proibir a palmada e o tapa no rosto em crianças

O Conselho Europeu dos Direitos Humanos condenou a França nesta quarta-feira (4) por não ter nenhuma legislação precisa contra as punições corporais ditas ...
Amnistia Internacional: violências policiais e ataques contra a liberdade de expressão nos países lusófonos
25/02/2015 - Convidado

Amnistia Internacional: violências policiais e ataques contra a liberdade de expressão nos países lusófonos

A Amnistia Internacional publicou hoje o seu relatório anual, um documento em que aponta o uso abusivo do direito de veto pelos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU em casos de crimes de guerra, crimes contra a Humanidade e outras violências em larga escala. Neste documento, a Amnistia não deixa igualmente de evocar as exacções cometidas por grupos armados como Boko Haram ou o Estado Islâmico e noutro quadrante, os países lusófonos também são mencionados, havendo relatos de violências policiais e de desrespeito pela liberdade de expressão nomeadamente em Angola e em Moçambique
Em entrevista à RFI, Antónia Barradas, perita em relações institucionais e política externa no seio da Amnistia Internacional em Portugal, dá conta destas situações.

Capa do livro "Quando a guerra é necessária e urgente" de Domingos da Cruz
08/12/2014 - Angola

Luanda: impedida marcha contra a violência policial

 

A polícia angolana inviabilizou a marcha contra a violência policial, convocada para ontem (7/12) e deteve 15 activistas, libertados pouco depois.

Policiais israelenses vasculham a área próxima da sinagoga que foi alvo de ataque na manhã desta terça-feira (18), em Jerusalém ocidental.
18/11/2014 - Israel/Violências

Após ataque, Israel facilitará porte de armas para autodefesa

As autoridades israelenses informaram nesta terça-feira (18) que irão anular algumas restrições sobre porte de armas para garantir a autodefesa dos cidadãos.
Angel Aguirre demitiu-se do cargo de governador de Guerrero em 23 de outubro de 2014.
24/10/2014 - México/Violência

Sumiço de estudantes no México causa demissão do governador de Guerrero

O escândalo dos 43 estudantes desaparecidos há um mês em Iguala, no sul do México, depois de terem sido entregues pela polícia à máfia local, teve seu primeiro impacto no cenário político do país: o governador do Estado de Guerrero se demitiu na quinta-feira (23).

Curdos observam da fronteira com a Turquia os ataques do grupo Estado Islâmico em Kobane na terça-feira, 7 de outubro de 2014.
08/10/2014 - Síria/EI

Grupo EI recua em Kobane após ataques, mas ainda mantém posições

Os combatentes extremistas que lutam para se apoderar de Kobane  cidade curda na fronteira com a Turquia, se retiraram de diversos bairros com os bombardeios da coalizão internacional. Mesmo assim, ainda ocupam o leste e o sul da periferia.

Close