Síria/ataque - 
Artigo publicado em 15 de Agosto de 2012 - Atualizado em 15 de Agosto de 2012

Ataque aéreo militar faz mais de 30 mortos no norte da Síria

Fumaça saindo de um prédio atingido por morteiros do exército sírio em Aleppo, nesta quarta, 15/8/12.
Fumaça saindo de um prédio atingido por morteiros do exército sírio em Aleppo, nesta quarta, 15/8/12.
Reuters

Pelo menos 30 pessoas morreram nesta quarta-feira após um ataque das forças aéreas sírias em Azaz, no norte do país, perto de Aleppo. A informação foi divulgada pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). A ONU acusou as forças sírias de cometer crimes de guerra e contra a humanidade.

“Pudemos identificar mais de 20 mortos”, afirmou à Agência France Presse o presidente da OSDH, Rami Abdel Rahmane. Segundo uma testemunha, a área atingida era residencial, com casas cheias de mulheres e crianças descansando durante o jejum do Ramadã, rito sagrado muçulmano.

Na capital Damasco, um tiroteio foi ouvido perto do escritório do primeiro-ministro, horas depois de um atentado a bomba visando uma reunião do Estado-maior. O ataque, reivindicado pelas forças rebeldes, foi nas proximidades de um hotel que hospeda uma missão da ONU. Pelo menos três pessoas morreram, segundo a mídia oficial. Nenhum enviado da ONU foi atingido.

Crimes contra a humanidade

As forças sírias e milícias “chabiha” cometeram crimes de guerra e crimes contra humanidade, principalmente assassinatos e atos de tortura, concluíram nesta quarta-feira comissão de direitos humanos da ONU, chefiada pelo brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro.

Um relatório de 102 páginas apresentado em Genebra, Suíca, aponta o dedo também apara os rebeldes que tentam depor Bachar al-Assad. Eles são igualmente acusados de crimes de guerra, mas, segundo as Nações Unidas, a gravidade, frequência e amplitude dos atos são bem menores do que os cometidos do lado governamental.
 

tags: Aleppo - Damasco - ONU - Síria
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close