Últimas notícias
Oriente Médio - 
Artigo publicado em 17 de Setembro de 2012 - Atualizado em 17 de Setembro de 2012

Líbano pede ao Irã explicações sobre envio da Guarda Revolucionária

O general iraniano Mohammad Ali Jafari, comandante-chefe da Guarda Revolucionária iraniana.
O general iraniano Mohammad Ali Jafari, comandante-chefe da Guarda Revolucionária iraniana.
Flickr

RFI

O presidente libanês, Michel Sleiman, pediu oficialmente nesta segunda-feira explicações do Irã depois do anúncio do envio de membros da Guarda Revolucionária (Pasdaran) ao Líbano e à Síria. "O presidente Sleiman pediu explicações oficiais às autoridades iranianas em um encontro com o embaixador em Beirute, Ghadanfar Rukn Abadi", afirma um comunicado oficial.

Esta é a primeira vez que o Líbano, dividido entre um campo apoiado pela Síria e o Irã, e outro aliado dos países ocidentais, faz tal pedido a Teerã. O Irã é o padrinho político e militar do poderoso partido xiita radical Hezbollah, que se tornou um membro influente do governo libanês.

No domingo, o comandante-chefe da Guarda Revolucionária iraniana, general Mohammad Ali Jafari, declarou em uma entrevista coletiva em Teerã que "um certo número de membros da Força Qods" estavam presentes na Síria e no Líbano.

A "Força Qods" é a unidade da Guarda Revolucionária responsável pelas operações no exterior, oficiais ou clandestinas. De acordo com analistas ocidentais, possui milhares de membros e é particularmente ativa no Oriente Médio.

tags: Hezbollah - Líbano - República Islâmica do Irã - Síria - xiitas
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close