Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Imprensa
Capa dos jornais franceses Libération e Le Figaro desta quinta-feira (17).
17/04/2014 - França/Economia

Imprensa desaprova plano de austeridade do premiê Manuel Valls

A imprensa francesa comenta nesta quinta-feira (17) o "pacto de responsabilidade" apresentado de surpresa ontem pelo primeiro-ministro francês, Manuel Valls. O objetivo desse plano de austeridade é economizar 50 bilhões de euros (155 bilhões de reais) em três anos. Mas a iniciativa não foi uma unanimidade nem mesmo na maioria governista.

Inauguração de fábrica de automóveis da Nissan
16/04/2014 - França/Imprensa

Investimentos da Renault-Nissan no Brasil e pesquisa eleitoral são destaques

A estratégia dos fabricantes de carros Renault e Nissan de se implantarem no Brasil e outros países emergentes, a queda de popularidade do presidente François Hollande e a revolta dos socialistas franceses com a insistência do governo em cumprir a promessa de reduzir em até 3% o déficit do país são alguns dos temas que ocupam as manchetes da imprensa francesa nesta quarta-feira, 16 de abril.

O Figaro destaca as investigações de um caso de estupro em uma escola em La Rochelle.
15/04/2014 - Imprensa

Coleta de DNA instala clima de desconfiança entre alunos em La Rochelle

A operação de coleta de 527 amostras de DNA em uma escola secundária em La Rochelle, no sudoeste da França, é o principal destaque dessa manhã dos jornais. A ação policial, que começou nesta segunda-feira (15) e terminha amanhã, deve deixar marcas profundas nessa escola.

Barricadas de separatistas pró-russos em Donetsk.
14/04/2014 - Imprensa

Tensão separatista na Ucrânia é manobra diplomática de Putin, dizem jornais

Escalada da violência, caos, tensão. Essas são algumas das palavras usadas nas manchetes dos jornais franceses de hoje para falar da crise na Ucrânia. Para os jornais, o presidente russo Vladimir Putin tem inflado essa crise e as tensões separatistas no leste da Ucrânia para ganhar margem de manobra.

Manuel Valls discursa no dia do voto de confiança do Parlamento (08/04).
12/04/2014 - França/Resenha da imprensa

Manuel Valls têm missão conciliadora dificílima, afirmam jornais

Le Figaro e Le Monde dedicam seus editoriais ao pacto social proposto pelo governo francês.

Protesto contra a política de austeridade em Atenas no dia 9 de abril de 2014.
11/04/2014 - Imprensa

Volta da Grécia aos mercados não assegura paz política no país

O retorno triunfal da Grécia aos mercados aparece com destaque nos jornais franceses desta sexta-feira (11). Depois de quatro anos sem emitir papéis da dívida, o tesouro grego voltou a atrair os investidores. Mas a emissão, apesar de bem-sucedida, não significa que as tensões políticas no país estejam resolvidas.

As ameaças de ataques durante a Copa feitas pela facção criminosa paulista PCC são destaque do jornal LIbération.
10/04/2014 - Imprensa

Ameaças do PCC durante a Copa são destaque do jornal Libération

A dois meses do começo da Copa do Mundo no Brasil, o jornal Libération destaca na edição desta quinta-feira (10) a trajetória da facção criminosa paulista PCC e a ameaça que ela representa para a segurança pública.

O primeiro-ministro Manuel Valls durante seu pronunciamento na Assembleia Nacional.
09/04/2014

Imprensa aprova 'audácia' de Manuel Valls, mas teme lentidão do governo

A imprensa francesa analisa nesta quarta-feira (9) o programa de governo anunciado ontem pelo novo primeiro-ministro Manuel Valls. Os jornais revelam entusiasmo com o estilo dinâmico e corajoso do primeiro-ministro, mas têm dúvidas sobre os resultados concretos da ação do governo na economia e no combate ao desemprego.

Capa dos jornais franceses Les Echos, Le Figaro, Libération, e Aujourd'hui en France desta terça-feira, 8 de abril de 2013
08/04/2014

Voto de confiança ao novo governo é a hora da verdade para Manuel Valls

O discurso de política geral com o programa de governo do novo primeiro-ministro francês, Manuel Valls, no Parlamento divide as manchetes dos jornais desta terça-feira (8) com a acusação do presidente de Ruanda envolvendo a França no massacre contra os tutsis no país africano, há 20 anos. Hoje é a primeira prova de fogo do premiê. Após o discurso, os deputados votam ou não a confiança ao novo governo socialista. Um exercício nada fácil para Manuel Valls.

Celebração nesta segunda-feira (7) dos 20 anos do início do genocídio em Ruanda
08/04/2014 - França/Imprensa

Governo acusado do genocídio em Ruanda foi formado dentro da embaixada francesa, diz ex-ministro

A celebração nesta segunda-feira (7) dos 20 anos do início do genocídio em Ruanda, uma tragédia que deixou quase 1 milhão de mortos em apenas três meses, em 1994, recebe destaque na imprensa. Em entrevista ao jornal Libération, o presidente ruandês, Paul Kagame, acusa a França de ter participado "da preparação política do genocídio".

Close