Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Costa do Marfim
Convidado
06/04/2011 - Convidado

Convidado

A intervenção militar directa da França, na crise polÍtico-militar da Costa do Marfim despoletou aplausos, criticas e reticências.
As forças pró-Ouattara posicionadas às portas de Abidjan. 02/04/11
05/04/2011 - COSTA DO MARFIM

A França quer que Gbagbo assine um documento de renúncia do poder

O regime de Laurent Gbagbo pode estar a viver os seus derradeiros momentos. O Ministro francês dos Negócios Estrangeiros avançou, esta tarde, que estão a decorrer negociações com generais afetos ao presidente cessante. A França quer que Gbagbo saia do poder, assine um documento de renúncia e reconheça a vitória de Alassane Ouattara.

As tropas da ONU e da França participam da ofensiva para combater as forças leais a Laurent Gbabgo.
05/04/2011 - Costa do Marfim/Crise política

Apesar da pressão, Laurent Gbagbo não reconhece a vitória de Ouattara

Na tarde desta terça-feira a diplomacia francesa chegou a informar que a saída de Gbagbo do governo era iminente, mas o presidente derrotado nas eleições de novembro ...
Abidjan: explosões em um reduto pró-Gagbo na noite do dia 4 de abril.
05/04/2011 - Costa do Marfim/Crise política

França entra em guerra na Costa do Marfim para destituir Gbagbo

Três semanas após a intervenção militar na Líbia, a França entrou novamente em guerra, desta vez na Costa do Marfim. Segundo o governo francês, a pedido do secretário-geral da ONU, helicópteros da força francesa Licorne e das Nações Unidas bombardeiam desde a noite de ontem bases militares de Laurent Gbagbo, principalmente depósitos de armas pesadas em Abidjan e arredores.

Intervenção francesa na Costa do Marfim em destaque nos diários
05/04/2011 - Revista de Imprensa

Intervenção francesa na Costa do Marfim em destaque nos diários

A situação na Costa do Marfim, com a intervenção das tropas francesas e da missão das Nações Unidas, preenche as primeiras páginas dos jornais diários franceses.

A terça-feira fica, também, marcada pelos desenvolvimentos e consequências de Fukushima, no Japão, o debate sobre a laicidade, aqui em Paris e, entre outros assuntos, os novos desenvolvimentos sobre o voo Rio - Paris, que em 2009 caiu ao largo do Brasil e tirou a vida a 228 pessoas.

04/04/2011

Familiares de vítimas do AF 447 reagem com cautela à localização de elementos do avião da Air France no litoral brasileiro

O jornal Le Parisien desta segunda-feira, 4 de abril, descreve como uma verdadeira proeza técnica a operação, no litoral do Brasil, que levou à localização de elementos do Airbus A330 da Air France, desaparecido no Oceano Atlântico quando fazia a rota Rio Paris há quase dois anos.

Situação humanitária na Costa do Marfim preocupa imprensa
04/04/2011 - Revista de Imprensa

Situação humanitária na Costa do Marfim preocupa imprensa

Os acontecimentos na Costa do Marfim são, ainda, o tema mais badalado dos jornais.

"Guerra civil", "catástrofe humanitária", "massacres e êxodos massivos" são algumas das tónicas da imprensa.

Retirada de civis do bairro do Plateau, em Abdijan, no dia  2 de abril 2011.
03/04/2011 - Costa do Marfim/Crise política

Costa do Marfim aguarda "batalha final" entre forças pró-Ouattara e aliados de Gbagbo

As forças francesas da operação Licorne, que auxiliam a Missão de paz da ONU na Costa da Marfim, tomaram na manhã deste domingo o controle do aeroporto de Abidjan, onde combates prosseguem entre as tropas do presidente eleito Alassane Ouattara e fiéis a Laurent Gbabgo que se recusa a deixar o poder. O estado maior das Forças Armadas da França confirmou o enviou de um reforço de 300 soldados ao país. Ongs denunciam massacres durante os conflitos.

Imprensa internacional
02/04/2011 - IMPRENSA

Jornais relatam situação dramática dos civis na Costa do Marfim

Os principais jornais franceses deste sábado, 2 de abril, destacam nas manchetes internacionais a guerra civil na Costa do Marfim.

Forças pró-Ouattara recarregam as armas, neste sábado, antes de seguir para o bairro do palácio presidencial em Abidjan.
02/04/2011 - Costa do Marfim

Organizações humanitárias falam em mil mortos na Costa do Marfim

Quatro soldados de uma patrulha da ONU ficaram gravemente feridos neste sábado em Abidjan, atingidos por militares ligados a Laurent Gbagbo. A guerra civil entre partidários do presidente eleito, Alassane Ouattara, e forças fiéis a Laurent Gbagbo já teria causado a morte de 1.000 pessoas, segundo organizações humanitárias que denunciam massacres praticados pelos dois campos rivais.

Close