Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Costa do Marfim
Forças pró-Gbagbo em um veículo nas ruas de Abidjan
07/04/2011 - Costa do Marfim

Gbagbo continua refugiado em sua residência em Abidjan

O impasse político continua na Costa do Marfim.

Lisboa e Abidjan são as manchetes da imprensa francesa
07/04/2011 - Revista de Imprensa

Lisboa e Abidjan são as manchetes da imprensa francesa

No quadro africano, os avanços e retrocessos na Costa do Marfim são transversais na imprensa francesa de hoje. Com enfoque para a questão humanitária e económica do país.

No panorama internacional, é a economia portuguesa que é chamada a título, depois do Primeiro-Ministro demissionário, José Sócrates, ter avançado com um pedido de ajuda externa.

Laurent Gbagbo, presidente cessante da Costa do Marfim.
06/04/2011 - COSTA DO MARFIM / ANGOLA

Angola não considera Gbagbo como presidente da Costa do Marfim

Angola continua a defender a posição da União Africana para a Costa do Marfim, que apelou à criação de um governo de união nacional e ao diálogo. Luanda critica ainda a violência que está a decorrer no país. No entanto, Angola não considera Gbagbo como presidente da Costa do Marfim.

Tanques franceses da força Licorne circulam em Abidjan, mas não participam do ataque final à residência de Laurent Gbagbo.
06/04/2011 - COSTA DO MARFIM

Tropas de Gbagbo teriam repelido forças de Ouattara em ação contra residência presidencial

A situação continuava incerta na noite de quarta-feira. Apesar da ofensiva contra Laurent Gbagbo, suas tropas teriam repelido as forças de Alassane Ouattara, presidente eleito, de acordo com fontes militares ocidentais. Tiros de artilharia pesada começaram a ser ouvidos na manhã desta quarta-feira nos arredores da residência do presidente derrotado nas eleições, onde ele está refugiado. As forças do presidente eleito, Alassane Ouattara, entraram na casa de Gbagbo esta manhã para capturá-lo.

Presidente francês Nicolas Sarkozy é criticado pelas recentes intervenções militares da França na Líbia e na Costa do Marfim.
06/04/2011 - França/Costa do Marfim/Líbia

Sarkozy é comparado a Bush por seu ativismo militar

Caçador de ditador, chefe de guerra essas são apenas algumas das críticas endereçadas ao presidente Nicolas Sarkozy e sua política de intervenção ...

Convidado
06/04/2011 - Convidado

Convidado

A  intervenção   militar  directa  da  França, na crise polÍtico-militar da Costa do Marfim despoletou  aplausos, criticas  ...

As forças pró-Ouattara posicionadas às portas de Abidjan. 02/04/11
05/04/2011 - COSTA DO MARFIM

A França quer que Gbagbo assine um documento de renúncia do poder

O regime de Laurent Gbagbo pode estar a viver os seus derradeiros momentos. O Ministro francês dos Negócios Estrangeiros avançou, esta tarde, que estão a decorrer negociações com generais afetos ao presidente cessante. A França quer que Gbagbo saia do poder, assine um documento de renúncia e reconheça a vitória de Alassane Ouattara.

As tropas da ONU e da França participam da ofensiva para combater as forças leais a Laurent Gbabgo.
05/04/2011 - Costa do Marfim/Crise política

Apesar da pressão, Laurent Gbagbo não reconhece a vitória de Ouattara

Na tarde desta terça-feira a diplomacia francesa chegou a informar que a saída de Gbagbo do governo era iminente, mas o presidente derrotado nas eleições de novembro ...

Abidjan: explosões em um reduto pró-Gagbo na noite do dia 4 de abril.
05/04/2011 - Costa do Marfim/Crise política

França entra em guerra na Costa do Marfim para destituir Gbagbo

Três semanas após a intervenção militar na Líbia, a França entrou novamente em guerra, desta vez na Costa do Marfim. Segundo o governo francês, a pedido do secretário-geral da ONU, helicópteros da força francesa Licorne e das Nações Unidas bombardeiam desde a noite de ontem bases militares de Laurent Gbagbo, principalmente depósitos de armas pesadas em Abidjan e arredores.

Intervenção francesa na Costa do Marfim em destaque nos diários
05/04/2011 - Revista de Imprensa

Intervenção francesa na Costa do Marfim em destaque nos diários

A situação na Costa do Marfim, com a intervenção das tropas francesas e da missão das Nações Unidas, preenche as primeiras páginas dos jornais diários franceses.

A terça-feira fica, também, marcada pelos desenvolvimentos e consequências de Fukushima, no Japão, o debate sobre a laicidade, aqui em Paris e, entre outros assuntos, os novos desenvolvimentos sobre o voo Rio - Paris, que em 2009 caiu ao largo do Brasil e tirou a vida a 228 pessoas.

Close